Site

Conferências

As Conferências Vicentinas são constituídas por grupos de católicos e integradas por pessoas sem distinção de cor, sexo, classe ou idade, desde que tenham discernimento. Esses grupos organizam-se na área de diferentes setores comunitários, como a paróquia, o bairro, a universidade, escolas ou no âmbito de qualquer categoria profissional.

As Conferências distinguem-se pelo título adotado, que pode ser nome de santo, bem-aventurado, servo de Deus, ou uma invocação católica. Entende-se por "invocação católica" as usualmente aceitas pela Igreja Católica Apostólica Romana.

Os membros ativos da SSVP, confrades e consócias, denominados vicentinos, são proclamados pelo presidente em reunião da Conferência, desde que feita a Primeira Eucaristia e façam o curso básico da Escola de Capacitação Frederico Ozanam- Ecafo.

O número de membros ativos de uma Conferência não deve ser muita grande, cabendo recorrer-se a um desmembramento, quando tal fato ocorrer. Nas Conferencias urbanas, o número ideal é de 12 a 15 membros, admitindo-se maior número deles para as Conferencias situadas em zonas rurais.

Consideram-se membros auxiliares da SSVP: os contribuintes e benfeitores de uma Conferência que não desejam ou não podem ser proclamadas membros ativos. As Conferências são vinculadas e subordinadas diretamente aos Conselhos Particulares do local onde funcionam e, indiretamente, a todos os Conselhos hierarquicamente superiores. Em cidades ou em zonas rurais, onde não houver Conselho Particular, a Conferência é vinculada e subordinada diretamente ao Conselho Particular mais próximo, em local de fácil acesso.

 

O Conselho Central de Botucatu conta em seus Conselhos Particulares com 52 conferências ativas.

Informações adicionais